Roteiro - Vanessa Santos, Ihasmin Gabriele e Júlia Zapata

18/06/2013 21:24

 

Um ano depois, Evolet e D'eleh se casaram e tiveram sete filhos, sendo quatro meninas e três meninos que se chamavam Envy, Ezmã, Elmã, Denzo, Dowu e Dheu.  

Após o nascimento dos filhos, D'eleh decidiu construir uma casa de pedra para  melhor conforto da família. Então Evolet , D'eleh e seus sete filhos mudaram para a casa, que era perto da tribo.

Um dia de tarde D'eleh ouviu passos indo em direção a tribo, D'eleh correu pegou sua lança branca e chamou todos os homens da tribo, eles foram em direção aos passos, sempre atentos a cada passo.Mas para a surpresa de todos, não era uma tribo inimiga, era a tribo dos Nakus que eles haviam conhecido quando estavam a procura de Evolet e dos diabos de quatro patas. D'eleh então disse:

-Abaixem as lanças, eles são nossos amigos.

D'eleh convidou os Nakus para irem até a tribo para comerem carne, eles aceitaram. D'eleh então chamou Evolet e seu filhos,para comer.Evolet ao ver os Nakus cumprimentou todos e os apresentaram aos filhos.

Os Nakus tinham uma novidade para contar aos Yaghals. D'eleh pediu para eles mostrarem logo o que era,mas os Nakus decidiram que só iriam mostrar após  acabarem de comer. Evolet também ficou muito curiosa e saiu a procura da novidade,mas não achou. 

Depois que acabaram de comer o mandante da tribo pegou um saco onde havia uma pedra com riscos. D'eleh perguntou o que era e os Nakus disseram que iriam chamar de calendário. Evolet perguntou para que servia aquilo e os Nakus responderam que após o ultimo risco da pedra eles iriam voltar para visitar D'eleh e sua tribo. Evolet e D'eleh acharam muito legal e criativa a idéia, eles ,então, resolveram colocar o calendário no centro da tribo para que todos pudessem ver.  

Os nakus já estavam preparados para irem embora, quando começou a chover muito forte e todos tiveram que se esconder para não se molhar. Além da chuva, também tinha raios  e trovões.  

D'eleh falo para os Nakus que não havia condições deles irem embora, pois raios são perigosos.Os Nakus resolveram passar a noite na tribo Yaghal, pois D'eleh tinha razão. Evolet  arrumou palha para eles dormirem.

De  madrugada  todos ouviram um barulho muito alto e todos acordaram  assustados. Os Nakus e D'eleh foram ver o que era, foi quando viram 10 pessoas vindo em direção a tribo. Todos estavam com várias lanças e  em cima de cavalos. D'eleh gritou:

-O que querem aqui? Quem são vocês?

Uma pessoas respondeu:

-Nós queremos  crianças! Nós somos os Holykis  

D'eleh  correu  para sua casa onde estava seus filhos e Evolet. Ele correu com todos para um esconderijo que tinha do outro lado da tribo. Evolet ficou muito assustada e  não soltou, nem por um segundo, seus filhos. 

Enquanto isso os Nakus lutavam  com os Holykis. D'eleh  que foi esconder Evolet e os filhos voltou para ajudar os Nakus que já tinham machucado muitos Holykis. Os Holykis que ainda não estavam feridos tentaram passar e alguns conseguiram. D'eleh  foi atrás dos que estavam procurando as crianças. Eles conseguiram achar uma menina da tribo que foi capturada. D'eleh, então, chamou alguns Nakus para irem atrás da criança capturada.  

Os Holykis, que não conseguiram passar, ficaram feridos. Então D'eleh os arrastou para a beira de um rio e lá os deixou.

Evolet que estava desesperada começou a gritar. D'eleh que logo apareceu falou para ela que eles tinham capturado a filha de Liwo,  mas que alguns Nakus já estavam procurando por ela, e falou também que todos os outros Holykis já estavam bem longe da tribo. Evolet ficou mais calma e voltou para sua casa  com os filhos.

Quando a manhã chegou,os Nakus voltaram com a filha de Liwo nos braços. D'eleh, então, perguntou o que eles haviam feito com os Holykis e ,entao, disseram que eles haviam sido devorados pela onça.

Os Nakus  já estavam há muito tempo fora de suas terras e precisavam voltar para  cuidar do gado, das plantas e de algumas pessoas que não haviam ido visitar a tribo Yaghal. Eles falaram para D'eleh que eles teriam que voltar para suas terras, mas que voltariam depois do último risco do calendário. Todos os Yaghals se despediram e agradeceram os Nakus. D'eleh os acompanhou  até uma certa distância e depois voltou para sua tribo, e  disse para Evolet e seus filhos:

-Nada nem ninguém vai separar a gente! 

 

Vanessa Santos,Ihasmin Gabriele e Julia Zapata

6° ano 61