Resenhas, 3ª etapa, 2012

01/11/2012 12:49

Alunos, após lerem os livros literários, façam uma resenha, uma análise crítica, sobre as obras que vocês escolheram. 

 

 

Observação: Você deverá citar os dados do livro: nome, autor e número de páginas.

Antes de  produzirem o texto, pensem nas questões abaixo que são como uma espécie de “roteiro” para a resenha:

 

  •  Quais são as características mais relevantes, mais notáveis ou mais presentes na obra?
  •  Quais são os pontos positivos e/ou negativos do livro?
  •  Quais partes da história vale a pena citar, pois estimulariam o leitor a querer ler o livro?  
  •  Caso tenha lido outros livros do mesmo autor ou outros do mesmo gênero, que comparação é possível fazer entre eles?
  •  Você gostou ou não de ler o livro?
  •  O que a leitura do livro acrescentou à sua vida?
  •  Qual é a “essência” do livro?
  •  O que será que o autor quis passar quando escreveu esse livro?
  •  Qual a visão de mundo do autor?
  •  Com base na leitura do livro, é possível perceber algo da personalidade do autor?
  •  O que gostaria de lembrar a respeito desse livro daqui a cinco ou dez anos?
 
 
Vejam outras dicas de como produzir uma resenha no link:
 
 
 

Resenhas

LIVRO

Data: 24/03/2017 | De: CAROL

QUAL É O ACONTECIMNTO MAIS IMPORTANTE

resumo

Data: 02/06/2016 | De: o misterio do bolso furado

rthjk

Resenha

Data: 09/11/2012 | De: Yuri Garbin

Neste terceiro volume da série, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, o protagonista está agora com treze anos e encontra-se no terceiro ano da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Esta obra revela, no lugar do garoto retraído e maltratado pelos tios, um adolescente insurgente, disposto a finalmente enfrentar os Dursley e também alguns de seus mestres.

À medida que cresce a consciência de Harry em relação à rejeição que sofre de seus tios, intensifica-se também sua sensação de solidão. Ele acredita não ter, depois da morte dos pais, ninguém que se aproxime do que ele entende por família, principalmente levando-se em conta que o modelo familiar de Harry é o encontrado por ele na casa de seu amigo Rony Weasley.
Sirius Black


A trama que aqui se desenvolve aproxima o jovem bruxo, cada vez mais, da verdade sobre seu passado, especialmente no que se refere ao assassinato de seus pais pelo vilão Voldemort. Até então ele acredita, como todo mundo, que seu padrinho, Sirius Black, antigamente o melhor amigo de Lilian e Tiago Potter, conspirou para que eles fossem mortos, entregando-os de bandeja para seu sombrio assassino.
Dementadores

Neste ano Sirius consegue, apesar de tudo, fugir de Azkaban, a terrível prisão dos bruxos, guardada pelos não menos apavorantes dementadores. Ao tomar conhecimento desta fuga, Harry se vê dividido, pois não sabe se confia na justiça do universo da magia, ou se ele mesmo tenta encontrar aquele que considera um de seus maiores inimigos.

Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Isabella Niquini Novais

O livro “Memórias de uma Gueixa” escrito pelo autor Arthur Golden e publicado pela Imago Editora, apresenta 457 páginas de uma linda história de amor, vivida pela uma das gueixas mais renomadas do Japão.

Este livro começa contando a historia de uma menina chamada Chiyo, que quando criança foi vendida pelo pai para um okiyo. Neste mesmo okiyo, ela viveu momentos difíceis, principalmente por causa de uma jovem gueixa chamada Hatsumomo. Neste mesmo lugar, ela também conheceu Abóbora, Mamãe e Titia.

Quando adolescente, Chiyo conhece Mameha, que se torna sua irmã mais velha, ou seja, Mameha a ensinaria a ser uma gueixa. Quando seu “estudo” de gueixa terminou, ela já não se chamava mais Chiyo, mas Sayuri.

Através de Mameha, e do seu plano de “destruir” Hatsumomo, ela conhece Nobu e um médico cujo apelido era Caranguejo, e também reencontra um homem que a ajudou quando era criança, e estava chorando, o Presidente. O que ela não sabe é que, sua vida pode mudar para sempre através dessas pessoas.

Este livro apresenta todos os sentimentos sentidos pela essa gueixa, desde o momento em que foi separa involuntariamente da família, ate o momento em que conheceu um jovem medico, por quem se apaixonou.

Através do livro podemos perceber, que apesar de uma gueixa, Sayuri era uma mulher romântica, que amava como um homem como qualquer outra.

“Flores que crescem onde as antigas murcharam virão para nos mostra que um dia a morte virá para todos nós”

Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Matheus Braga Ferreira silva 9°Ano/8°2

Livro: Depois daquela viagem
Autor: Valéria Piassa Polizzi
Número de páginas: 278

O livro,e um testemunho de um adolescente com sólida formação educacional e familiar que por um desses descuidos cuja razão jamais se alcançará completamente,fazendo uma relação sexual sem o uso de preservativo.
Na obra, ela mostra como, de repente, por causa da quatro letrinhas, sua vida passou por uma reavaliação radical. Ela expõe, sem meias palavras, como a doença mexeu com sua cabeça e com seus sentimentos.
Depois daquela viagem é um livro triste e alegre, tocante e verdadeiro, um testemunho da coragem e da determinação de levar adiante a vida, apesar da AIDS.
sendo cada vez mais difícil conviver e aceitar que esta com a AIDS ,um livro que parece ser um dialogo entre você o livro,ela demonstra como e difícil conviver com essa situação.
O livro começa no ano de 1986 onde todos acreditavam que o vírus da AIDS só infectava homossexuais, que havia pouca informação de como evitar a infecção e também havia um grande preconceito com quem era infectado pela doença. Na época não havia remédio para evitar que os sintomas aumentassem. Só a partir de 1990 é que descobriram como diminuir os sintomas. O livro termina em 1994 com a doença no mundo aumentando cada vez mais.
Após saber do vírus, Valeria teve muitos afastamentos de amigos,e sim aqueles verdadeiros,como lidamos com pessoas com este caso podemos perceber que a vida de uma pessoa que pega esse vírus muda completamente,chegando também com algumas pessoas casos de de preção,mas como a obra nos mostra,sua vida virou,apesar de não ter muito dialogo antes com os seus pais ,depois desse grande acontecimento passou a ter muito mais diálogos entre eles.
Com o desfecho da historia,com as conformações de amigos ,familiares,passou a ter uma vida normal como todos,achou uma pessoa em que pudesse dividir,seu amor verdadeiro.
Gostei bastante da historia,como podemos ver,acorre e muito no dia a dia e devemos tomar cada vez mais cuidados,na hora. Um fato serio que pode destruir nossas vidas,e ninguém quer isso!

Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Hugo Faria Sobreira

Livro: A Batalha no Labirinto
Autor(a): Rick Riordan
Numero de páginas:392

Depois de ser atacado por líderes de torcida demoníacas da sua nova escola, Percy Jacson volta ao acampamento meio-sangue. Ao chegar no Acampamento descobre sobre um "O Labirinto", parte do palácio do Rei Minos em Creta.Durante um joga de Capitura a Bandera, Percy e Annabeth acham a entrada para o labirinto e logo descobrem que Luke queria usar a enntrada para mandar seu exercito de monstro para o centro do acampamento.Ao entrar no Labirinto Percy tem que encomtrar Dédalo para Luke não conseguir o fio de Ariadne, e assim frustrar a invasão dele. Ele consegue a ajudae uma garota chaElizabeth Dare, que se revela acertando Cronos no olho com uma escova de plástico azul.Luke chega à Dédalo e consegue o fio de Ariadne. Usando este instrumento mágico, ele lidera seu exército e ataca o acampamento. Grover vem ao salvamento e provoca um pânico para afastar o inimigo. Depois da batalha, Dédalo sacrifica-se para fechar o Labirinto, que é ligado à sua vida.

Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Mateus Araújo

livro:

Título:Bem vindo à casa dos mortos
Editora:Fundamento
Autora:R.L.Stine
Número de páginas:206

Josh e Amanda mudaram de casa e de cidade e acharam a nova casa estranha. Josh não gostou nada da nova casa e insistia com seus pais para voltar para sua cidade antiga, mas isso não aconteceu e ele acabou tentando se adaptar. Nem Amanda nem Josh tinham amigos na nova cidade que se chamava Dark Falls. Amanda sentia muita falta de sua melhor amiga que se chamava kathy. Enfim, os dois irmãos não estavam contentes com a nova mudança.Os dois irmãos começam a ter sonhos anormais e, também, a ver coisas fora do normal dentro da casa. Ficavam em dúvida se era uma coisa de verdade ou se era porque eles estavam agitados com a mudança e era tudo imaginação deles. Uma vez Petey, o cachorro de Josh, fugiu e os dois irmãos ficaram desesperados procurando-o, sendo que o acharam no cemitério, também achando muito estranho ter encontrado o cachorro naquele lugar.Um dia sua mãe falou para eles fazerem amizades na nova cidade.
Josh e Amanda, entediados, foram em busca de novos amigos.Fizeram amizades mas acharam os amigos meio estranhos por fazerem brincadeiras desagradáveis.Outro dia petey some denovo e eles vão procura-lo novamente e vão no cemitério a 12 H da noite da noite pois seus pais estavam em uma festa e pensavam que eles estavam dormindo Então, eles vão ao cimitério novamente e descobrem uma coisa terrível no cemiterio eles encontram um velho jornal encostado em um túmolo e eles acham estranho e pegam o jornal para ler e tomam um grande susto porque o jornal estava encostado em um tumulo que estava o nome de um de seus amigos e logo percebem que a esquerda desse túmolo estava o nome de todos seus outros amigos e assustados saem correndo mas Amanda parou para ler o jornal e viu que seus amigos tinham morrido por causa de uma fábrica de plástico que havia incediado e emitido radiação e a população toda de Dark Falls tinha morrido, ou seja, todo mundo era fantasma. Aí eles voltaram depressa para casa para contar para os pais, quando eles perceberam que os pais tinham sumido . Os dois ficaram desesperados e foram em busca dos pais, conseguindo salvá-los, pois quase foram mortos pelos fantasmas. Todos foram para o carro para fugir de Dark Falls e logo perceberam que tinham morrido também, pois não conseguiam abrir o carro pela maçaneta, pois suas mãos atravessavam por ela, ou seja, todos morreram sem saber que tinham morrido.
É um livro super legal pois é uma história meio irreal mas deixa você com muito medo e com expectativa de que tudo vai dar certo.No final, você tem uma grande surpresa que você nem imagina ser.



Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Fernanda S. Moreira - EF82

Título: Belle
Autor(a): Lesley Pearse
Páginas: 560
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Londres, 1910.
Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris.
Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro.
Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente.
A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?
Autora # 1 best-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

https://www.editoranovoconceito.com.br/livros/detalhe/9788563219879,Belle


Ganhei este livro de presente, no meu aniversário de 15 anos. Pessoas muito importantes pra mim falaram que o escolheram exatamente por se passar na adolescência, período em que sua inocência evapora e as consequências de tudo o que fazemos recaem em nossas costas. É o auge das informações, sabemos de tanta coisa, deixamos tanta coisa passar... Belle sabia muita coisa. Ela tinha, mesmo sem compreender, uma vivencia e consciência muito grandes. Mas o modo abrupto pelo qual descobriu o que se passava em sua própria casa desencadeou uma série de provações e situações desgraçadas á vida dela.
Para aqueles que julgam um livro pelo tamanho, Belle assusta um pouco. Mas o tamanho do conteúdo é proporcional a qualidade. O que mais te prende ao livro são todos os acontecimentos e reviravoltas interligados, a vontade de querer saber a continuação e de não fazer idéia do que ira acontecer em seguida. Da Inglaterra você vai á França, da França á Irlanda, da Irlanda á America – de New York á New Orleans. Então você volta à uma França totalmente diferente. Você cresce junto com a personagem, e isso é incrível.
Belle foi seqüestrada e vendida a um bordel francês. Foi estuprada cinco vezes, vendida novamente após perder a utilidade como adolescente virgem, foi levada ilegalmente para a América, para trabalhar como prostituta num bordel de New Orleans. Durante dois anos, atendia mais de dez homens por noite. Sua beleza, inteligência e principalmente sua personalidade contribuíram para que ela se tornasse uma cortesã. Mas ela havia deixado tanta gente que amava na Inglaterra, que em sua primeira oportunidade fugiu e começou a tentar se manter economizar para voltar. Consegue voltar à França, mas acaba se envolvendo com quem não devia, e a chance de rever seus sonhos começa a escapar. Acima de todos os aspectos, Belle é um livro surpreendente. No fim, parecia que era eu quem estava escolhendo entre Jimmy e Etiene!
Pelo que li sobre Lesley Pearse, os detalhes históricos não estão presente só em Belle, mas em todas as suas obras. Você realmente se sente na primeira década do século XX, as descrições são tão impecáveis que o universo do livro é criado perfeitamente em sua mente. Bate até uma vontade de poder ter vivido nessa época, de usar chapéus que combinam com vestidos longos e coloridos, pomposos e recheados por anáguas nas ruas cercadas de neve do inverno londrino.
Particularmente sou apaixonada pela Inglaterra, e ler Belle é fazer um tour por Londres e suas delícias. Talvez essa mistura de História com o charme britânico irresistível faça desse livro um dos melhores que já li. Há um ponto negativo: se começou, não há como parar. É uma história envolvente, com personagens envolventes. Vi-me apaixonada pelos cachos de Belle desde os primeiro capítulos, sentia as dúvidas, os impasses, os medos... Em cada página que ela sofreu, mas forte se tornava.
A facilidade de falar sobre este livro me fez desenvolver essa resenha em menos de quinze minutos. Quando realmente aprecia-se algo, as palavras seguem um curso natural. O que sei, é que realmente gostaria de usar os chapéus de Belle.

Resenha - Um Dia

Data: 08/11/2012 | De: Isabelle Nascimento Machado | EF81

Livro: Um Dia
Autor: David Nicholls
Número de páginas: 411

''Dex e Em, Em e Dex.''
''O que quer que aconteça amanhã, tivemos o hoje. A não ser se nos encontrarmos no futuro. Não terá problemas. Seremos amigos."

Um Dia é um romance de David Nicholls que atualmente já até virou filme. Um livro delicioso e apaixonante, onde a leitura flui sem ver. Trata-se da história de um casal de amigos, namorados, ou até melhores amigos, que ficam juntos na noite de formatura e decidem ser ''apenas amigos''. Depois desse tempo, o livro retrata em cada capítulo o dia 15 de julho dos próximos 20 anos (no caso, o dia em que dormiram juntos pela primeira vez). O destino vai entrelaçando um ao outro sem perceber, e mesmo que tenham tomado destinos diferentes, os caminhos são sempre paralelos um ao outro. Em, ou Emma, no início trabalha em um restaurante e se mostra em parte desvalorizada, sem auto estima nenhuma, enquanto Dexter ''o pegador'' com várias namoradas, busca emprego na televisão. Eles se comunicam através de cartas, e sempre se sentem bem quando estão um perto do outro. Resolvem fazer uma viagem de férias, para descansar. Somente os dois. Na viagem, os dois se aproximam bastante, e isso resulta em uma amizade cada vez mais próxima. Dex desejava estar com Em. Em desejava estar com Dex, independente do lugar, da hora do dia, ou o momento, mesmo que seja inadequado. Brigas de relacionamento também fazem parte do roteiro. Aos poucos cada um vai seguindo o rumo de sua vida, mas sempre juntos. Em consegue um emprego melhor, trabalha como professora e se demonstra extremamente feliz com o que faz. Ao mesmo tempo, começa a namorar um novo garoto, Ian, que no caso não é de bom grado no ponto de vista de Dex. Depois de conseguir uma carreira na TV, Dex parece cair em declínio. Cada um continua seguindo seu destino. E o autor parece querer demonstrar todos os empecílios e limites que temos nas nossas vidas. No fim da história, Dex é vítima de um acontecimento inesperado. É um livro de extremos, para alguns, é um livro perfeito. Para outros, é um livro entediante e normal. Na verdade, Dex e Em passam 20 massacrantes anos juntos mas separados, mostrando a realidade de alguns problemas que enfrentamos na vida. Em se casa com um homem que acha bobo, Dex também arranja uma mulher para ele. O tempo todo é um caminho diferente traçado, mas ao mesmo tempo, entrelaçado. No fim, depois de 20 anos, quando a tragédia acontece, o amor é reconhecido, e a dor também. A cada capítulo embarcamos naquele fatídico dia, 15 de Julho, nos anos subseqüentes, por quase vinte anos. É um pouco cansativo, porque muitas vezes o autor relatava um dia em que deixava a esperar para o outro, haveria de ter uma continuação, e quando vamos para o próximo capítulo, percebemos que não é ''o próximo dia'' e a perguntas que ficam são ''o que será que aconteceu?'' ''poderia ter sido diferente?'' ''o que será que Em ou Dex fizeram para que isso pudesse acontecer?'' Em parte, é frustrante por esse motivo. Porém David Nicholls quis retratar os dois personagens principais como pessoas normais, como eu ou você que está lendo está resenha. São pessoas comuns. Que se apaixonam, que cometem erros, que tem dificuldade de achar um emprego, que se preocupam com o futuro, que tem dúvidas sobre o que estão fazendo, que caem, que se machucam e que depois de um tempo se recuperam. Dex e Em, Em e Dex. Fazem qualquer um que lê esse livro parar e pensar em qual caminho estamos seguindo. Será mesmo o que queremos pra nossa vida? Cada capítulo um fato inesperado, uma surpresa. O interessante é a relação e interação do casal. Emma e Dexter são completamente opostos. E é como se diz ''os opostos se atraem''. Enquanto ela é delicada e fofinha, ele é despachado, bonitão, pegador. A questão é que os dois sempre foram apaixonados um pelo outro, mas não se davam conta disso. Vendo a história do ponto de vista de Em e do ponto de vista de Dex, dá para se apaixonar por cada um deles, ou pelos dois, simplesmente juntos. No início do livro, percebe-se o grande encanto dos contos de fadas. Depois, a angústia vai aumentando, mostrando os erros e as barreiras, que são muitas, e por se tratar de uma história não fictícia (já tornando tudo mais real), o autor passou a sensação de que tudo estava realmente acontecendo, e mostrou que as vezes nem tudo é perfeito como se vê nos seriados, livros e filmes. Mas que a vida pode ser relativamente perfeita, quando se tem a pessoa certa ao seu lado.

Resenha

Data: 08/11/2012 | De: Uriel Proti

Livro:O Mistério do Cinco Estrelas.
Autor:Marcos Rey
Editora: Ática
Páginas:128
Léo um menino de 16 anos trabalha no hotel Emperor Park Hotel. Num certo dia foi levar jornal ao senhor Barão do quarto do 222 e notou que havia um corpo em baixo da cama do hóspede.Então Léo decide contar tudo a Guimarães o porteiro do hotel,e depois que vê o cadavar fica calado,e como não conseguia parar de pensar nisso começou a investigação logo no dia seguinte.Depois Léo vê que o corpo sumiu e decide contar tudo para o gerente do5 estrelas,o qual não crê em absolutamente em nada e acusa Léo de ter roubado outras coisas do hotel como joias e etc então Léo e demitido,mas mesmo assim não desiste da sua investigação.
Léo descobre mais provas do suspeito de ter matado o homem que achou o seu cadáver no hotel e vai ao IML contar o que ocorreu,e mais provas foram aparecendo,descobriram o nome do cadáver que era Ramon Vargas e que ele tinha uma ligação com um cara chamado Hans,e foram descobrindo mais sobre a vida dele.
E depois de tudo isso com as investigações, imprensa em cima de todo mundo pra obter informações acaba tudo dando certo apesar da sua vontade ser a de olhar para traz e sair correndo.
Mas Léo decide voltar ao que já havia sido feito na investigação e sente que tem alguma coisa errada e sua tia liga avisando que dois homens que alegam ser policiais vão a sua casa e revisão tudo e Léo se dirigi até lá, e no local a quadrilha de traficantes é presa em flagrante,e o que o menino disse antes que provaria que não era um mentiroso provou que ele não tinha nada haver com essa historia,e teve seu emprego de volta além de prestar um grande serviço à polícia.
O livro tem uma história já deduzida. Quando começamos a leitura logo podemos notar qual será o final,e é um livro divertido,e recomendo pra quen gosta de fatos de investigações e quando você começa entrar para o meio da historia mesmo sendo possível deduzir o livro de prende até ler o final.

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Novo comentário