O motivo pelo qual escrevo

17/08/2012 22:37

        

 

    Perguntaram-me por que gosto tanto de escrever e na hora não soube responder. A verdade é que nunca tinha parado para pensar nisso.

    Acho que gosto de escrever para criar mundos e viajar através deles, fugir da realidade ou simplesmente expressá-la de uma maneira mais dramática, se é que essa é a palavra certa.                

    Escrevo porque tenho que escoar tudo que me perturba, me corrói e me destrói aos poucos, pois me livrando consigo aliviar tudo que tenho que aguentar. Às vezes a mente está uma bagunça, os problemas não me deixam em paz, é quando eu mais quero escrever e não consigo, tenho uma espécie de bloqueio. Fico em pânico, entro em desespero, está tudo na cabeça, sei o que tenho que dizer, no entanto as palavras parecem silenciar e ficam engarrafadas na garganta prontas para serem cuspidas.

    Esse texto saiu de um desses momentos de bloqueio, eu estava e ainda estou com tanta coisa aqui dentro de que preciso me livrar que me faltam palavras, me falta sentido de direção para saber que rumo tomar. Nada melhor que o tempo para ajudar a resolver os problemas, mas afinal quanto tempo é necessário?!

 

Thaís D'Angelo