As Aparências Enganam

29/10/2013 20:28

A lavadeira, Henri de Toulouse.

 

 

Radamel é um indiano de 42 anos, mas aos 16 havia mudado para os Estados Unidos para ter uma chance maior de arrumar um emprego.

Natalie é uma americana muçulmana de 37 anos que, num certo dia, conheceu o hindu Radamel, e  eles viveram uma linda história de amor.
Hoje Rad e Nat moram juntos e mantém uma relação estável, mas que , nos últimos anos, está em conflito, pelo fato da família dele ter se mudado para os E.U.A e por terem descoberto que seu filho se casou com uma muçulmana. Devido a tantos conflitos familiares,  o casal entrou numa crise financeira. Ele perdeu o emprego em uma loja de conveniência e, assim, tiveram que vender todos os bens materiais. Mas o dinheiro foi tão pouco que ele resolveram vender a casa e se mudar para uma pensão.

A pensão era velha e estava em má estado, mas para os dois aquilo estava de ótimo tamanho. No quarto dia na pensão, Radamel percebeu que algumas coisas suas haviam sumido e foi reclamar com a Sra.Petterson, a proprietária da pensão. Ela disse  que iria averiguar a situação. No dia seguinte, mais pessoas estavam reclamando do desaparecimento de alguns objetos.  No mesmo dia, Radamel dizia ter conseguido um emprego em um posto de gasolina ali perto. Os dias se passavam e as coisas continuaram a sumir, até que em um dia, quando somente a Natalie e a dona Petterson estavam na pensão, Natalie viu pela janela uma pessoa saindo da casa encapuzada e levando muitos objetos parecidos com os que as pessoas da pensão diziam ter desaparecido.

À noite,  o casal começou a conversar :

- Rad, meu amor, como se chama o posto em que você trabalha? – dizia a moça.

- Salvatore’s Gás – respondeu ele.

No dia seguinte, a moça foi fazer sua caminhada diária, mas observava o que estava a sua volta e não avistou nenhum posto de gasolina. Então ela foi até uma casa de computadores procurar saber sobre o posto, mas não conseguiu nehuma informação. Natalie estava um pouco receosa de duvidar do marido, mas quis investigar o caso. Durante a noite, vasculhou as roupas do marido enquanto ele dormia e encontrou  um remédio que era sonífero.

Alguns dias se passaram, e em uma manhã de outono, Rad saiu para trabalhar e Nat ficou na pensão da Sra.Petterson. Por volta de 10:30 da manhã, elas ouviramum grito :

- ARRRRHHH !

Natalie saiu correndo e encontrou a dona da pensão em estado de choque e dizendo :

- Eu vi, eu vi–  disse a dona da pensão.

- O que a senhora viu, Sra.Petterson?–  perguntou Nat.

- Eu vi o seu marido roubando coisas – disse  a Sra.

- Radamel!? – perguntou a mulçumana.

- Sim! – disse afirmativamente a Sra.Petterson.

Natalie estava se sentido angustiada por duvidar do marido e por isso resolveu segui-lo.  No dia seguinte, ela acordou um pouco mais tarde que seu marido, mas mesmo assim deu tempo de segui-lo.

Então veio a surpresa! Radamel virava a esquerda, pulava a cerca e entrava na casa, pegava as coisas e saía para contrabandear . Mais tarde sua mulher descobriu todo o seu plano: por ele acordar mais cedo, fazia o café e, como todos gostavam muito de tomar café, eles o bebiam sem perceber nada. Porém, a bebida continha sonífero e por isso Rad roubava as coisas sem ser visto. Ao perceber isso,  ela deu meia volta, entrou na casa, e foi correndo atrás do marido pedindo-lhe uma explicação:

- O que é isso Radamel? – gritou nervosamente a moça.

Ele ficou calado.

- O que é isso Rad? – perguntou novamente.

- O que você está fazendo aqui? Não era para você estar dormindo? – perguntou ele.

- Eu não tomei seu cafezinho adulterado, seu cretino! – disse Nat.

Ela começou a chorar e disse: - Por que Rad? Por quê? Nós não apreciamos e nem precisamos roubar – disse ela aos prantos.

- Eu não consegui emprego. A loja me acusou de um crime que não cometi e minha ficha está suja em toda a cidade – disse ele em um tom de arrependimento.

- Talvez eles tenham razão – disse ela.

- Você não confia mais em mim? – perguntou Rad.

- Não!! – disse ela com um tom raivoso e meio chorando.

Então, no mesmo instante, se ouviu um barulho e a porta se abriu. O vigilante do bairro tinha recebido denúncias de um roubo e , devido a isso,  eles espalharam câmeras, e estas viram Rad roubando. A Nat disse:

- Rad, por quê? Onde está aquele garoto sereno que tinha brilho nos olhos, um coração valente e justiça no sangue? Onde está aquele homem, Radamel? Quem é você? –  disse ela chorando.

Então Rad se entregou e foi condenado a 27 anos de cadeia.  E para sobreviver honestamente, e mostrar a ele que é possível viver dignamente, Natalie passou a trabalhar como lavadeira, prestando serviço para os moradores do bairro. Mas Natalie nunca deixou de estar ao lado de Rad.

 

Yuri Bespaloff e Pedro Henrique da EF82-9.