comentário

Data: 28/10/2011 | De: Sara Meynard Begname- EM21

Nessa charge, o autor trata de uma importante consequência do uso constante da tecnologia: a desumanização. As pessoas tem se tornado cada vez mais ligadas às máquinas, e com isso, tem-se deixado de lado a parte humana, a convivência física, e o sentimento vem se perdendo no próprio cotidiano, onde são mais claros os reflexos de tais atitudes.
A charge também critica como todo esse processo está se tornando parte de nossa vida, algo tão corriqueiro que nós nem percebemos mais. Quando por exemplo, os pais chamam o filho para uma “convivência familiar” o programa é assistir à TV, sem diálogo ou quaisquer trocas. Nem se quer percebem que o convívio há muito tempo foi perdido.
E isso representa uma realidade não muito distante de nós: na verdade, bem de perto, podemos observar as mudanças em toda a sociedade, cada vez menos “sociedade”.

Novo comentário