Simplício e Issac Newton – Matheus Henrique Ferreira

24/06/2013 15:56

Aluno: Matheus Henrique Martins Ferreira -EF81

Livros:

A luneta Mágica

Autor: Joaquim Manuel de Macedo
Editora: CEDIC
Número de Páginas: 120

Isaac Newton e sua maçã
Autor: kjartan Poskitt Ilustração: Philip Reeve
Tradução: Eduardo Brandão
Editora: Cia.Das Letras 1ª edição 11ªimpressão SP 2006
Número de páginas: 192
 

SIMPLÍCIO

 

Simplício era um rapaz ingênuo

queria ver o sol nascer

queria ver a lua brilhar

os pássaros a cantar

e as pessoas a sorrir

Sua tristeza era não enxergar

e vivia triste a chorar.

Um dia seu amigo Reis

cansado de fazer lentes

apresentou -lhe um mágico

seu nome era Armênio

que uma luneta lhe entregou

e logo ele gostou

Era uma luneta especial

depois de três minutos de visão

todo mal Simplício veria

nas pessoas e em todas as coisas

Simplício ficou assustado

o mal estava em todo lugar

nas pessoas

na natureza

nos animais

Ficou triste e angustiado

sentia-se abandonado

pela família

pelos amigos.

para por fim a sua desgraça

a luneta se racha

na escuridão ele se acha.

Uma nova chance o rapaz teve

e uma nova luneta ele ganhou

Agora a visão do bem era

tudo que ele queria

Ao ver o bem,

dele se aproveitaram,

fazendo-o de bobo,

chamando-o de louco

Porém ele não percebia

que dele riam

Achou a beleza até na morte,

e com sua sorte

ao tentar se matar,

o Armênio veio lhe salvar

 

ISAAC NEWTON

 

Nasce um gênio

órfão de pai

era sua mãe

que o apoiava.

Estudou no colégio de padres

pouco dedicado

e nada esforçado.

Um dia levou uma surra

tudo porque era pobre

e de bolsa de estudo vivia

mas resolveu

se dedicar

e muitos livros ele leu

porém para sua casa teve que voltar

e a sua mãe ajudar

Fez descobertas fantásticas

da alquimia ao cálculo diferencial

do teorema ao cálculo integral

dia e noite estudava

e com os filósofos aprendia

até que um dia

Alice, uma bela macieira

deixou desprender uma maçã

e logo o gênio

a gravidade descobriu

e o mundo aplaudiu.

 

Matheus Henrique Martins Ferreira