Aluno: Bruno Demattos Nogueira

04/09/2011 22:09

 Ouro Preto, 11 de agosto de 2011.

Henrique,

Estou escrevendo essa carta para contar o que eu fiz nas férias de julho neste ano de 2011.

Eu comecei as férias indo ao clube da cidade e andando de bicicleta perto de minha casa. Depois, no quarto dia do recesso fui a uma cidade no litoral do Espírito Santo chamada Conceição da Barra. Fiquei num distrito chamado Itaúnas e me diverti muito lá.

Nesse distrito fui a duas praias, a praia de Itaúnas e uma nomeada Riacho Doce. Esta tem um rio que de um lado está no Espírito Santo e outra na Bahia. O rio mesmo desaguando no mar tem água doce, e não salgada como acontece na maioria dos casos deste tipo.

Voltei quatro dias depois e passei o resto do descanso em Ouro Preto. Nesse período li um livro da série Rangers com o nome: “Resgate de Erak”.

O livro conta a história do maior líder da Escandinávia em 643 d.C. que sai de sua terra natal para comandar um ataque a uma cidade com muito ouro, porém ele é traído e acaba preso pelo povo do deserto.

Um dos tripulantes do navio consegue viajar até Araluen, terra aliada da Escandinávia, e consegue passar o recado de que seu líder foi capturado. Então três arqueiros, Will, Gilan e Halt, um guerreiro, Horace, e a princesa Cassandra têm que juntar aos escandinavos para libertar o comandante deles da mão do povo da terra de Arida.

Essa história (embora tenha 392 páginas e é claro que esse número desanima um pouco no início) vale à pena ler por demonstrar pontos interessantes, como as técnicas utilizadas pelos arqueiros em batalhas.

Tchau,

Bruno