Maria Letícia Nolasco Cardoso

 

Maria Letícia, é uma jovem escritora, amante das artes e, na literatura especificamente, de autores como Alphonsus de Guimaraens e Vinícius de Moraes.

Artigos

Todo amor que há nessa vida.

29/12/2015 17:47
    “Mãe! Pai! Façam pose pra foto!”, gritei quando vi meus pais observando um árvore do jardim da casa de um parente nosso, na tarde de natal. “Vem cá, Juca, olha pra câmera ali. Para de me beijar e faz pose, Juca! Vai atrapalhar a foto!”, minha mãe bravejava entre risos enquanto meu...

Monólogos de um louco sem hospício IX

10/12/2015 14:09
  Saudade é um sentimento desgraçado (acho que é a pior palavra que posso usar sem precisar de me autocensurar). Te corrói sem piedade, aos poucos, e você faz QUESTÃO de se alimentar dela. Saudade é um sentimento tão desgraçado, que só 3 idiomas conseguiram traduzir esse sentimento em palavra...

Metamorfose

09/09/2015 19:03
  Foi quando o beijo se tornou dança,   O sorriso nos fez criança,   As mãos formaram uma aliança;   O seu toque fez meu corpo em rosas,   Meu estômago em borboletas,   E em minutos, se tornaram as horas;   Foi quando minha cama pareceu vazia,   A falta do...

Quase Cinderela

09/09/2015 18:34
  “Á meia-noite”, sempre à meia-noite. Acho que meu pai tem complexo de madrinha da Cinderela ou ache que eu seja uma, a donzela indefesa que precisa de um príncipe para ser feliz e que deve voltar à meia-noite para não perder o seu encanto. Talvez ele queira que eu seja assim. “Vou sair às...

Monólogos de um louco sem hospício VIII

18/05/2015 19:30
    Um cara, não muito próximo de mim, disse a seguinte frase: “Estou me sentindo muito sozinho, só que rodeado de gente”. O que ele disse me surpreendeu muito, não que tal sentimento tenha sido novidade pra mim, mas pelo fato de que ele me parecia uma pessoa que nunca se sentiria...

Que me desculpem os velhos...

05/04/2015 22:12
      Que me desculpem os velhos, mas juventude é fundamental! E antes que os velhos comecem a me xingar, terminem de ler esse texto, porque os jovens de 50 anos vão se identificar!  Estávamos eu e minha mãe na estrada ouvindo nossas amadas músicas do anos 80 e...

As Quatro Emoções

09/02/2015 20:44
  Observei a neblina branca e pura adentrar janela; Pude sentir o frio invadir o meu corpo nu de certezas, O leve toque do inverno sobre minha pele pálida, que está para chegar, seguido da primavera A qual anseio para florescer Minh'alma e meu corpo inteiro; Renova-me, primavera, depois desse...

Monólogos de um louco sem hospício VII.

30/01/2015 14:37
  “Mar calmo nunca fez bom marinheiro.”   Andei meio sumida, não por falta de criatividade, mas por coisa demais para falar sem ter muito o que dizer. Então finalmente venho gratificar vocês (ou não) com o retorno de meus monólogos (nem que seja por educação, comemorem). Resolvi começar...

Suicídio em meias palavras

08/09/2014 20:33
Nó atado para os medos. Desata a insegurança e a incerteza, de que o fim justifica os meios.  Meios errados para um fim certo Comum acharmos que podemos dominar Coisas como o infinito e o eterno.    O fim de uma era de defeitos,  de gente que não soube o que...

Monólogos de um louco sem hospício VI

24/08/2014 20:22
    Aqui estou eu de novo. Vim falar sobre Bullying. Então vamos começar com umas frases bem babacas que eu ouço: “Na minha época, não existia essa frescura de bullying, todo mundo tirava sarro de todo mundo e ninguém se sentia ofendido”. Acabou de provar que você realmente não tem a...
1 | 2 | 3 >>